Medicina Tradicional Chinesa

Acupuntura
Leia mais -->

Dúvidas sobre a Acupuntura
Leia mais -->

Eletroacupuntura
Leia mais -->

Auriculoacupuntura ou Acupuntura Auricular
Leia mais -->

Cone Chinês
Leia mais -->

Moxabustão
Leia mais -->

Hai Hua (ou Acupuntura sem agulhas)
Leia mais -->

Sangria
Leia mais -->

Ventosaterapia
Leia mais -->

Fitoterapia
Leia mais -->

Ventosaterapia

O que é?



É um tipo de terapia não invasiva, que tem como procedimento básico, a colocação de campânulas ou copos redondos de vidro sobre a pele, gerando a sucção do local, como ventosas.

Como funciona

Estes copos, ou campânulas chamados de ventosas, são aquecidos internamente com fogo, que cria um vácuo pela queima do ar em seu interior. São imediatamente aplicados em áreas específicas do corpo, principalmente nas costas, ou em pontos dos meridianos, gerando uma força de sucção. Seu principal efeito terapêutico é controlar a corrente sanguínea e tem como base a troca gasosa, visando limpar o sangue pela pele, já que a ventosa tem a mesma fisiologia da troca gasosa do pulmão e dos rins. Desse modo, eliminando os gases e toxinas estagnados no corpo pela pressão negativa produzida pelo vácuo, torna o sangue bioquimicamente equilibrado, com o pH das células homogeneamente estável. Segundo a MTC – Medicina Tradicional Chinesa, as toxinas acumuladas pela sujeira da água, dos alimentos, ou emoções desequilibradas causam a estagnação do sangue coagulado, escuro, sujo, nos músculos das costas ou nas articulações, causando as doenças, daí a necessidade de retirá-lo para que a pessoa possa se restabelecer. É tida como o "Tratamento Negativo”, que consiste em trazer as células doentes do sangue, do interior do corpo para a superfície, através de fortes absorções. Este método recupera as células doentes.

Sua origem e história

Utilizada desde o antigo Egito, ela é também mencionada nos escritos de Hipócrates e praticada pelo povo Grego no século IV A.C. O antigo instrumento utilizado para fazer ventosa era a cabaça. Pelos índios americanos era utilizada a parte superior do chifre dos búfalos para provocar o vácuo por sucção oral na ponta do chifre, sendo em seguida tamponado. Os antigos curandeiros conseguiam com seus poderosos músculos faciais e a agilidade, extrair com a boca, por sucção e logo cuspindo, o veneno das cobras, aliviando a dor e as câimbras no abdômen nos infectados.

O uso de ventosa no Oriente foi desenvolvido com base na acupuntura. Ela se fundamenta na crença de que a resistência contra a doença pode ser alcançada, induzindo o corpo a se curar pela aplicação de ventosas em pontos dos 12 meridianos ou em nódulos de reação positiva. O uso de ventosas no Ocidente antigo era um elemento terapêutico corriqueiro e de grande valor, pois na falta de outros elementos da ciência, a ventosaterapia era utilizada praticamente na cura de todas as doenças. A Europa desenvolveu a ventosa como conhecemos hoje, empregando o vidro.

Indicações

A aplicação da ventosaterapia no corpo traz extraordinários benefícios, não apenas físicos, como psíquicos.

É indicada:

• Controle do Sistema circulatório: fortalece a respiração da pele, dos vasos sanguíneos, facilita as trocas gasosas, a limpeza do sangue e o reequilíbrio do pH sanguíneo. Arteriosclerose.
• Evita infarto e derrame. • Provoca o alívio de dores musculares, nevralgias, artrites, lombalgia e facilita movimentos articulares.
• Mantém a flexibilidade dos músculos e retira fibrosidades e adesões.
• Tem efeito relaxante e combate o stress e suas enfermidades.
• Terapêutica para gripes, resfriados, pressão alta ou baixa, dor de cabeça, asma, alergia.
• Auxilia no tratamento de gastrite.
• Acelera a digestão.
• Ativa a secreção hormonal.
• Associada à massagens, auxilia no tratamento de celulite.
• Trata intoxicação por substâncias químicas, remédios e gases.
• Auxilia na anemia, pois aumenta a vida útil dos glóbulos vermelhos.
• Indicada para doenças do rim e do fígado.
• Dá profunda sensação de bem estar e calma ao paciente.
• Melhora o estado geral de saúde do doente crônico.
• Pode ser aplicada em pessoas de todas as idades.

Contra-Indicações e efeitos

O método não apresenta efeito colateral, mas é contra-indicado em caso de suspeitas de hemorragias de qualquer natureza e gestantes acima de sete meses. Cada sessão de ventosaterapia dura cerca de 40 minutos e oode deixar hematomas, que desaparecem naturalmente em poucos dias.

Av. Santo Amaro, 1047, cj 1006 - Vila Nova Conceição
São Paulo - SP | CEP: 04505-0012
Tel: +55 (11) 2503- 0662
E-mail: contato@phisiotrainer.com.br